Sáb20072024

A Desindustrialização Recente no Brasil (2000-2018) - Prêmio Fiesp de Economia Industrial 2023

A desindustrialização recente no Brasil (2000-2018): uma análise a partir da heterogeneidade setorial

Assista aqui

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) divulgou os resultados do Prêmio FIESP de Economia Industrial 2023, com destaque para o doutorando João Guilherme Marques Augusto Monteiro, que conquistou a premiação na categoria de dissertação de mestrado, defendida no Instituto de Economia da Unicamp em fevereiro de 2023. Sua pesquisa, "A desindustrialização recente no Brasil (2000-2018): uma análise a partir da heterogeneidade setorial", foi reconhecida por sua análise profunda e abordagem inovadora de um tema vital para a economia brasileira. A cerimônia de premiação está agendada para 11 de dezembro de 2023.

A dissertação de João Guilherme examina a desindustrialização no Brasil com foco em uma análise setorial. Ele afirma: "A desindustrialização se constitui em um importante fenômeno estrutural, em função das capacidades que a indústria de transformação apresenta para promover e sustentar o crescimento econômico." Seu estudo ressalta a heterogeneidade crescente entre os setores industriais e a importância de analisar a desindustrialização de forma desagregada, para compreender as tendências de cada setor entre 2000 e 2018.

Além disso, a dissertação aborda a penetração de insumos importados e os encadeamentos intersetoriais. Utilizando dados do IBGE e do NEREUS, João Guilherme conclui que houve um aprofundamento da desindustrialização, especialmente em setores de alta intensidade tecnológica. Ele observa que a desindustrialização brasileira é prematura e heterogênea, com um aumento na dependência de insumos importados nos setores tecnologicamente avançados, evidenciando um enfraquecimento da cadeia produtiva doméstica. Sua análise dos encadeamentos intersetoriais mostra que setores de menor intensidade tecnológica mantêm uma cadeia produtiva robusta, ao contrário dos setores de alta tecnologia, mais afetados pela desindustrialização.

Atualmente, João Guilherme é doutorando no IE-Unicamp e membro do Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT). Desde 1985, o NEIT tem sido um polo de excelência no estudo de temas relacionados à economia industrial, destacando-se como um importante centro de pesquisa na área.

A dissertação de mestrado de João Guilherme pode ser baixada aqui: https://repositorio.unicamp.br/Busca/....

A comunidade acadêmica do IE parabeniza João Guilherme Marques Augusto Monteiro por esta notável conquista e seu orientador, professor Roberto Zanchetta Borghi, pelo excelente trabalho de orientação. Esta premiação simboliza o compromisso da Unicamp com a pesquisa avançada e com a formação de profissionais qualificados para enfrentar os desafios econômicos e industriais do Brasil.