EVENTO
O fim do arranjo de Bretton Woods representa um momento de inflexão na história recente do sistema capitalista global. Em um contexto de liberalização dos fluxos de capitais e desregulamentação e integração dos mercados financeiros internacionais, a propriedade e gestão de múltiplas modalidades de ativos financeiros tornaram-se fenômenos típicos do capitalismo atual. Nesse sentido, as operações financeiras ocuparam espaço cada vez mais significativo na gestão de ativos e passivos por parte das famílias e das empresas “financeiras” e “não-financeiras”. A utilização disseminada do termo “financeirização” para caracterizar diversas (e muitas vezes contraditórias) faces desse fenômeno de dominância financeira tem convertido o debate acadêmico sobre o tema em uma verdadeira “Torre de Babel”.

A aula aberta “Financerização como padrão sistêmico de riqueza no capitalismo contemporâneo”, a ser ministrada por José Carlos Braga, Professor Titular do Instituto de Economia da Unicamp, propõe uma reflexão crítica sobre o caráter da dominância financeira que tem marcado o capitalismo nas últimas décadas e suas implicações para a dinâmica socioeconômica.

José Carlos Braga é autor de diversos capítulos de livro e artigos acadêmicos sobre dinâmica capitalista, financeirização, política econômica e políticas sociais em saúde, a partir de uma perspectiva de Economia Política. Dentre seus trabalhos, destaca-se o livro "Temporalidade da riqueza: teoria da dinâmica e financeirização do capitalismo", publicado em 2000.

Economista pela UFRJ, realizou pós-graduação em economia na Escolatina (Universidad de Chile), entre 1971 e 1973 – curso que contava com professores de diversos países latino-americanos na tradição da "Economia Política Crítica", com destaque à Profª. Maria da Conceição Tavares.

Iniciou sua contribuição à Universidade Estadual de Campinas em 1974, no Departamento de Economia e Planejamento Econômico (DEPE) – o qual, mais tarde, transformou-se no Instituto de Economia da Unicamp, em 1984. Foi diretor-executivo do Centro de Estudos de Relações Econômicas Internacionais (Ceri), do IE/Unicamp, entre 2000-07 e 2009-11.

Obteve o título de mestre em economia pela Unicamp, em 1978, e de doutor em economia na mesma instituição, em 1985, com tese sobre financeirização da riqueza e dinâmica do capitalismo – tema sobre o qual se dedicou durante décadas e que contou com reconhecida contribuição acadêmica, nacional e internacionalmente. Fez Pós-Doutorado na Universidade da Califórnia/Berkeley, em 1988/89.

José Carlos Braga contribui, ainda hoje, com as atividades de ensino, pesquisa e extensão do Instituto de Economia da Unicamp, tendo cumprido papel destacado na formação de diversas gerações de pesquisadores e economistas brasileiros.

Onde: Sala 23 – Pavilhão de Pós-Graduação – Instituto de Economia.

Quando: 18 de outubro, às 10h.